➿ Portugal, Hoje O Medo de Existir Free ➶ Author José Gil – Shiningweb.info

Portugal, Hoje O Medo de Existir muito v lida e interessante a perspetiva que este ensaio apresenta das mentalidades marcadas por uma heran a pol tica ditatorial A minha interpreta o de toda a reflex o que a rela o entre o conhecimento da democracia que se vai muito lentamente aprofundando e partilhando e os entraves que, apesar disso, continuam a amea ar a pr Este foi um dos livros mais pretensiosos que j li na minha vidaO t tulo d a entender que o livro seria uma tentativa de explicar a maneira de ser do portugu s hoje em dia na realidade, isto tem a ver com os primeiros anos do s culo XXI e como, de certa forma, temos medo de existir No entanto, certas ideias foram expostas, mas n o vi grandes teorias formadas Foi sempre volta do mesmo Salazar isto, Salazar aquilo No fim, era praticamente uma cr tica a Santana Lopes e vida pol tica desse tempo, isto , j nem se falava do pa s em si, apenas sobre a pol tica Portanto, n o vi conclus o nenhuma N o estou a dizer que h respostas ideias certas relativamente a este tipo de temas, mas, se o autor queria mostrar uma teoria sua acerca do nosso medo de existir , porque que eu sinto que isso n o aconteceu Pareceu me ser apenas uma maneira de mostrar que escreve muito bem e, por muito bem , quero dizer de forma confusa e, mais uma vez, pretensiosa e de falar somente de pol tica num livro que, devido ao tema, deveria abordar mais campos para al m do da pol tica.Nem tudo mau, claro Como disse, de facto, s o apresentadas certas ideias Grande parte delas s o muito interessantes, fazem sentido e fazem pensar Realmente, faz sentido dizer que Salazar e a sua ditadura contribu ram para o medo de existir que os portugueses t m hoje, at porque estamos a falar de um passado recente Mas tamb Esta Nova Edi O Acrescenta Ao Texto De Portugal, Hoje O Medo De Existir Um Coment Rio Em Que Jos Gil Analisa A Evolu O Recente Do Pa S E As Cr Ticas Que O Seu Livro Recebeu Seguem Se Algumas Das Principais Entrevistas Que O Autor Deu A Prop Sito De Portugal, Hoje. Right Ah e tal isto est negro as influ ncias Salazaristas que propelaram diferentes medos, a inveja e o queixume, a nossa n o defini o e a recorrente pequenez e agora a globaliza o que esmaga a ac o criativa Por isso temos que agir e tarara yawn Isto enleado num tipo de escrita um tanto ou quanto pretensiosa deve ser da influ ncia franc fona do senh Portugal, Hoje O Medo de Existir, uma obra que desconhecia e que me foi aqui apresentada neste nosso cantinho livriano pela mui estimada colega livriana Lisa.Escrito pelo fil sofo Jos Gil, tido como um dos 25 grandes pensadores mundiais da actualidade, logo e obrigatoriamente uma figura ou um intelectual de relevo da nossa cultura.O autor neste livro procura analisar a alma lusitana e toda a actual e antiga conjuntura que levaram o nosso pa s e as nossas gentes ao actual e miser vel estado de pessimismo em que o pa s est atolado para n o dizer outra coisa Uma an lise tamb m ela extremamente pessimista que ressalva apenas os tra os mais negativos da nossa forma de ser e da forma como a democracia foi erigida e mantida.Embora Jos Gil tenha dificuldade em classificar o g nero deste livro, classificando o mesmo como indefinido , eu n o tenho quaisquer d vidas em o classificar como um Ensaio, porque simplesmente este um Ensaio ou, na pior das hip teses, uma esp cie de Ensaio sobre os males e os v cios que dominam os portugueses, a sua heran a cultural e a forma como essa heran a foi aproveitada e consagrada pelo regime salazarista, e s o precisamente estes dois ltimos pontos que, quanto a mim, destroem toda a abordagem de Jos Gil Mas vamos por partes Jos Gil desde o i Este livro devia ser leitura obrigat ria no ensino secund rio. Uma estuporiza o colectiva permanente e um burgessismo que se nos cola pele s o alguns dos atributos que Gil reconhece nos portugueses Ser que tem raz o Eu preferia acreditar que n o, mas infelizmente acho que tenho de concordar com o autor, n o obstante o facto de todas as generaliza es valerem o que valem Por muito que me custe, a verdade que se calhar somos mesmo um pa s adiado, um pa s que deixa tudo a meio, um pa s que tem medo de existir Falta deixarmo nos de nos resignarmos ou seja, de aceitarmos os males do mundo, j que resultam de um poder que nos ultrapassa Falta nos tamb m aprender a incorporar em n s a nossa mem ria hist rica e o mundo que nos rodeia, para sermos melhores.O autor claramente anti direita o que, por um lado, pode fragilizar o livro Por exemplo, no ltimo cap tulo, n o sei se as cr ticas e ataques a Santana Lopes fazem muito sentido Assim, uma an lise filos fica e psicol gia sociedade portuguesa de princ pios do s culo XXI que poderia tornar se num dos livros portugueses mais importantes deste mesmo s culo, nessa rea , acaba por tornar se num livro muito demasiado contextualizado por acontecimentos que daqui a 50 anos estar o praticamente esquecidos e que n o tiveram tanta import ncia quanto isso.Julgo mesmo que o livro um pouco inconstante e, embora concorde com grande parte do que ali dito, de algumas ideias discordo Penso tamb m que Jos Gil se esquece de factos que n o de Acho que devia ser de leitura obrigat ria Assustadoramente actual. 4,5 O livro Portugal,Hoje, O Medo de Existir , que acabei agora de ler foi uma desilus o Pareceu me atabalhoado com v rias afirma es sobre a natureza de Portugal ou de parte dele n o sustentadas em nenhum estudo cient fico e quase sempre negativas Por outro lado, muitas das reflex es, segundo o autor, careceriam de maior aprofundamento o que n o feito, sem que se entenda porqu.Muito francamente acho que os males que, na perspectiva de Jos Gil, alegadamente sofremos s o muito dos seus pr prios problemas Com efeito o livro pareceu me demasiado superficial e com pouco trabalho Curiosamente estes dois aspectos s o precisamente segundo Jos Gil dois dos nossos grandes problemas Enfim, usando a pr pria terminologia do autor, o livro parece me uma enorme n o inscri o Finalmente nas Notas Finais o autor reconhece que o t tulo que escolheu para o seu livro afinal enganoso De facto segundo Jos Gil, o livro s trata de um dois aspectos mas ser apenas um ou ser o realmente dois da vasta entidade que o Pa s Isto uma afirma o espantosa por parte dum cientista Eu gostava mais de ver os nossos pensadores apontarem solu es em concreto para os tremendos males que o Pa s, nas

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *